top of page

Os impactos provocados por estradas vão além dos danos ambientais


As estradas são, por muitas vezes, associadas ao progresso socioeconômico da região em que se situam, pois a partir delas o trânsito de pessoas e mercadorias é permitido ou facilitado, influenciando nas atividades econômicas. Por outro lado, elas podem exercer influência negativa sobre o meio em que estão inseridas, prejudicando a fauna e a flora local. Entretanto, alguns aspectos acabam sendo menos explorados quando o assunto compete aos danos causados por elas.

Fonte: World Rainforest Movement | Reprodução


A busca pela redução dos impactos negativos oriundos da construção de estradas deve estar presente desde o seu planejamento, pois a falta deste pode gerar situações conflituosas, além de dívidas entre países e ser um elemento-chave para a destruição ambiental, isto é, a implantação dessa infraestrutura envolve riscos ambientais, sociais e econômicos que devem ser considerados, podendo levar às localidades pessoas cujo interesse esteja na exploração massiva dos recursos naturais necessários à manutenção do ecossistema.


O ESTUDO DOS RISCOS AMBIENTAIS, SOCIAIS E ECONÔMICOS


Segundo estudo publicado na Current Biology no segundo semestre de 2017, o mau planejamento financeiro da vida útil das estradas, que interfere em sua conservação, é um dos pontos que acarreta riscos à sociedade e ainda é pouco explorado. Com a baixa manutenção, a construção pode não ser mais usual em certo período de tempo, no entanto, os danos causados por sua construção continuarão a persistir.


No estudo os autores ainda destacam que algumas vias, como as localizadas em florestas tropicais pluviais, tendem a manutenção mais difícil e onerosa, o que influencia negativamente na vida daqueles que habitam em suas redondezas. Esses aspectos, somados às considerações anteriores, possibilitam com maior facilidade o registro de eventos como enchentes e movimentos de massa, o que encarece ainda mais a manutenção das estradas.


Como proposta, os autores mostram que o ideal seria o foco nas estradas em que os efeitos adversos podem ser mais prejudiciais. Para isso, no projeto Global Road Map, além de obter atualizações sobre ações que envolvem o desenvolvimento das estradas no geral, é possível identificar, em mapas, os lugares estratégicos para construção de estradas e aqueles em que a probabilidade de destruição é maior.







1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page